1/36

AVENIDA SÃO JOÃO - SÃO PAULO

AVENIDA SÃO JOÃO - SÃO PAULO

BAR E RESTAURANTE GUANABARA

2013 - 2014

TRADIÇÃO DE MAIS DE 100 ANOS

Fundado em 1910 pela família Ângelo Martinez, o tradicional Bar e Restaurante Guanabara teve a sua primeira sede na Rua Boa Vista até o ano de 1971. Com a chegada do Metrô, a antiga sede foi desapropriada e demolida, provocando o quase encerramento do restaurante. Após intensa manifestação dos seus antigos clientes, o Guanabara transferiu as suas atividades para as dependências do também tradicional Restaurante À Brasileira (O qual já tinha substituído em 1931 a também antiga e tradicional Choperia Pinguim) dos mesmos proprietários na Avenida São João 128. A junção da experiência e cardápios das duas casas com a também tradicional Leiteria Pereira (também dos mesmos donos) formaram a base do variadíssimo e famoso cardápio do Guanabara.

O Bar e Restaurante Guanabara é um dos últimos remanescentes da tradicional história da gastronomia do centro da cidade de São Paulo que junto com o Bar Brahma, o Amigo Léo, o Itamarati e o Ponto Chic ainda resistem às mudanças da área central.

Instalado em um histórico edifício do centro de São Paulo - Casa José Moreira de 1926 - projetado pelo arquiteto Ricardo Severo (projetista do edifício da Faculdade de Direito do Largo São Francisco e da Igreja Nossa Senhora do Brasil), o edifício Casa José Moreira é um exemplar da arquitetura Neocolonial, tão em voga entre os anos 20 e 40 na cidade de São Paulo.

Propriedade da Santa Casa de São Paulo, o edifício encontra-se em mau estado de conservação, aguardando recursos para a sua modernização e restauro. O projeto de reforma das instalações do Guanabara restringiu-se ao interior do salão ocupado pelo restaurante e foi proposto em duas etapas: a primeira relativa à reforma e atualização do salão frontal (salão da copa) e a segunda etapa referente ao grande salão do restaurante.

A área relativa à primeira etapa foi totalmente remodelada com a demolição de todas as instalações, paredes divisórias e do forro de gesso que diminuía o pé-direito do espaço. Com as demolições pudemos recuperar a amplitude do salão com a valorização das suas antigas estruturas - vigas e pilares recuperados que contribuem para a valorização do novo espaço.